GasBrasiliano investe na disponibilização do gás natural a Bebedouro

Até o final de 2017, Bebedouro passará a fazer parte do grupo de municípios atendidos pela GasBrasiliano. O projeto, que prevê investimento de R$ 4,5 milhões, foi aprovado pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo - ARSESP - e possibilitará antecipar a chegada do gás natural canalizado ao município por meio de rede local.

"Bebedouro apresenta um potencial de consumo bastante relevante, principalmente no mercado industrial, que é destaque no município. Isso nos motivou a investir no projeto e levar todos os benefícios do gás natural canalizado a essa importante região do Noroeste Paulista", comenta o presidente da GasBrasiliano, Walter Fernando Piazza Júnior.

Inicialmente será feita a ligação de uma grande empresa do segmento de bebidas, que já possui contrato com a GasBrasiliano e representa 90% do volume de Bebedouro. A ligação será realizada até o final de 2017 e o fornecimento será feito com o Gás Natural Comprimido (GNC).

Em seguida será iniciada a construção da rede de distribuição do gás natural com mais de 12 Km, que também será abastecida com o GNC e possibilitará o atendimento a outras indústrias, além de um posto de GNV (Gás Natural Veicular).

"Inicialmente o projeto prevê a construção de uma rede local para atendimento a Bebedouro. No entanto, os esforços da GasBrasiliano estão voltados a viabilizar a interligação do município à rede de distribuição principal, partindo de Matão. Isso possibilitará que outros municípios como Guariba e Jaboticabal também sejam beneficiados com o gás natural canalizado e proporcionará ainda que a rede de distribuição fique mais próxima de municípios como Monte Alto, Colina e Barretos, que também apresentam grande potencial de consumo", explica Piazza Júnior.

A GasBrasiliano está presente com sua rede de distribuição em 33 municípios e atende ainda outros quatro com gás natural comprimido (GNC). Entre os principais municípios atendidos estão Araçatuba, Araraquara, Bauru, Marília, Ribeirão Preto e São Carlos, somando mais de 21 mil clientes que consomem em média 730 mil m³ de gás natural por dia por uma rede de distribuição com mais de 1.000 km de extensão.